Pneu furado: consertar ou trocar?

Hoje a dica vai para os pneus. O que fazer quando furar? Consertar ou trocar?

Percebeu que um pneu está mais murcho que os outros ou então chega do trabalho e ouve um tssssssss (vazamento de ar) vindo de uma das rodas, pode ter certeza que algo furou o seu pneu. Quando o cenário for este que colocamos, o furo provavelmente foi causado por um prego e é bem provável que o prego ainda esteja no local. Se isso acontecer, a primeira dica é não tirar o prego do pneu. Caso faça, o seu  pneu murchará de uma só vez. Pelo menos com o prego no local, servindo como tampão do furo, talvez dê tempo de você ir até um borracheiro mais próximo e é lá no borracheiro que é importante entender um pouco do assunto para que o prejuízo não seja maior no futuro.

Primeiramente, e eu já presenciei isso por incrível que pareça, não pode colocar câmara em pneu que não tem câmara, ou seja, pneus vulcanizados, praticamente 100% dos modelos atuais. Eles apresentam características que dispensam o uso de câmaras. Em segundo lugar, é bem provável que borracharias mais simples, façam o reparo com o chamado “macarrão”. Certamente ele resolverá o problema, mas só até você levar o carro em um borracheiro mais especializado. O macarrão é provisório. Com o passar do tempo, o ar acaba escapando do pneu através dele e pior, o pneu começa ter infiltração de sujeira, o que pode prejudicar sua estrutura interna, oxidando o aço que pode ser arrebentado com o tempo.

Sabendo disso e levando o seu carro para um borracheiro de confiança, ele utilizará outro método de conserto definitivo, que chamamos de plugue, no qual a vedação do furo é feita de dentro para fora por um componente de borracha colado a frio. Obviamente o pneu precisa ser desmontado da roda e ao montar, recomenda-se fazer o balanceamento, mesmo que o borracheiro experiente e cuidadoso marque com um giz a posição antiga do pneu na roda.

Agora se o seu pneu rasgou na lateral ou o furo for maior que 6mm para carros de passeios comuns, 10mm para SUVS ou só de 3mm para carros com pneus esportivos com velocidade até 270km/h…. Esqueça!!! Troque o pneu, compre um novo. Não economize a sua segurança. Isso serve quando o pneu que furou esteja em condições finais de uso, também.

A última dica é manter sempre o estepe calibrado e esqueça aquele papinho de vendedor de carro que coloca no anúncio “estepe nunca foi usado”. Isso não ajuda a vender carro. Estepe foi feito para ser usado. É melhor rodar uma semana com o estepe até arrumar o pneu furado, do que ficar rodando com o pneu murcho. Depois de consertado, limpe o estepe e prenda novamente em seu lugar.

Fica a dica e até a próxima! Curta nossa página no Facebook

Abs.

 

 

Tagged , , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *